Curso Gratuito de Automação de Testes Para Iniciantes

Disponível no
Youtube

 

Veja Como Fiz para Obter a CTFL

Veja Como Fiz para Obter a CTFL


Se você é um profissional da área de TI, já deve estar familiarizado com o universo das certificações. Ainda que seja um tema que gera bastante discussão, a certificação ainda tem sua visibilidade e importância no mercado de trabalho.

Existem várias certificações voltadas pra área de QA. A primeira e mais conhecida é a CTFL — Certified Tester Foundation Level, criada pela organização internacional de qualificação de testes ISTQB e distribuída no Brasil pela BSTQB.

Digamos que a CTFL é a porta de entrada das certificações de teste, pois ela é requisito mínimo para tirar as demais certificações da BSTQB.


Após obter a CTFL no ano passado, algumas pessoas vieram me perguntar como foi a experiência e, com isso, decidi compartilhá-la nesse artigo. O objetivo aqui não é destrinchar todos os detalhes da base de estudo ou da prova, mas sim compartilhar a minha experiência pessoal nesse processo todo e algumas dicas interessantes. Espero que auxilie aqueles que gostariam de esclarecimento no processo para obter uma certificação. 

 

A Motivação

 

Image for post


Um fator importante foi o desejo de me estabelecer na área. Anteriormente eu tive contato com testes, mas como eu exercia uma outra função, eu não era propriamente alguém da área de Testes.


Quando me mudei pra São Paulo, decidi mudar de área e focar somente em Teste de Software. Sempre compartilhava conteúdo sobre tecnologia com meu líder e um dia houve o incentivo dele para que eu tirasse uma certificação. Ao ouvir aquilo, achei a ideia muito interessante, pois seria algo que iria acrescentar profissionalmente e criaria uma espécie de objetivo pessoal também. Estabelecer um objetivo te força a criar um senso de organização, pois você planeja melhor o seu dia e o seu período de estudo para conseguir cumprir esse objetivo. É como se você estivesse se preparando pra um vestibular.


Esse seria o primeiro benefício de estudar para uma certificação: senso de organização.

 

O Estudo

 

Image for post

A partir daí, fui atrás do material base para estudar. O Syllabus é basicamente o primeiro material que você consegue encontrar, pois fica disponível para download no site da BSTQB.


Algumas considerações sobre o Syllabus:


  • Como o nome sugere, tudo o que você precisa estudar para a prova está ali.
  • No começo dos primeiros capítulos a leitura pode ser um pouco maçante, pois muitos termos parecidos surgem ao longo do texto (como “base de teste”, “produto de trabalho de teste”, “planejamento de teste”, “análise de teste”). Pode ser um pouco difícil entender as diferenças entre esses termos apenas pela sua definição (caso não esteja habituado ao universo de testes).
  • Anotações e pesquisas adicionais acabam dando um melhor esclarecimento.
  • Com o tempo, você acaba se acostumando com a linguagem do material.
  • Caso você já trabalhe na área de testes e comece a ler o material, segue uma sugestão: Desconsidere o vocabulário corporativo. Explico:

Como as empresas possuem liberdade para implementar metodologias na área de TI, nem todos os termos utilizados no trabalho tem o mesmo significado no Syllabus. Às vezes o que você considera como cenário de teste na sua empresa, pode ser caso de teste no Syllabus, por exemplo. Então, tente limpar a sua memória corporativa ao estudar. Quem sabe você pode até “ajustar” um termo utilizado de forma incorreta onde você trabalha. E o melhor, com argumentação.

  • Apenas o Syllabus é suficiente para realizar a prova? Sim, mas um curso de apoio ajuda a acelerar a jornada. No meu caso, eu adquiri um curso online preparatório que ajudou bastante, pois o professor conseguia simplificar o conteúdo. Então eu lia um capítulo do Syllabus, em seguida assistia a aula correspondente e anotava tudo o que achava importante.
  • Fazer simulados e provas dos anos anteriores é a dica mais importante para sentir a vibe das questões, para não chegar no dia do exame e ficar tremendo igual vara verde.
  • Responda o maior número de simulados e sempre respeitando o tempo que será aplicado na prova. No dia do exame você vai se sentir mais confortável e não vai precisar correr contra o tempo.

 

O Apoio e Esforço


Apoio da família é algo fundamental e que faz muita diferença. Eu tive que sacrificar alguns sábados para estudar (lembre-se: disciplina e senso de organização para cumprir o objetivo) enquanto minha esposa segurava as pontas com a minha filha recém-nascida. Meu líder também me apoiou muito, sempre me orientando em como prosseguir. Esses detalhes são decisivos lá na frente.

 

O Exame

 

Image for post


A prova caiu numa sexta-feira na parte da manhã, com 40 questões e duração de 60 minutos. As questões são distribuídas conforme o tempo de estudo sugerido para cada capítulo (Exemplo: se foi sugerido pelo Syllabus para gastar mais tempo estudando o capítulo 4, então vão cair mais questões desse capítulo). O caderno de questões é bem semelhante aos exames de concurso público e vestibular e possui gabarito para preenchimento.


“Cai pergunta do glossário?” Na minha prova caiu apenas uma (que eu acabei chutando). Estudar glossário não é tão legal, porque parece que você está lendo um dicionário, mas caso caia, a questão pode ser decisiva. Então fica a dica para anotar os termos mais chatos de lembrar.

 

O Resultado

 

Image for post


A BSTQB não divulga o gabarito. O resultado do exame é enviado por email e lá eles informam a sua porcentagem de acerto total (para ser aprovado é necessário ter no mínimo 65%) e a porcentagem de acerto em cada capítulo também.

Caso seja aprovado, logo abaixo eles disponibilizam o link para baixar o certificado. A hora que fui abrir o email, deu aquela tremedeira básica, mas depois foi só alegria.

 

Os Benefícios

 

Image for post


Na minha opinião, além do peso de ter um título certificado no currículo, o principal benefício da certificação, como o próprio nome sugere, é dar fundamentos pra área de teste (saber o que testar, como testar, onde testar, etc.) e fornecer um vocabulário rico quando exercer as funções da área (condições de teste, dados de teste e base de teste não serão mais apenas palavras jogadas). Ou seja, você falará a mesma linguagem que as outras pessoas da área falam.


Como a área de teste não é somente uma atividade, e sim uma área com todo um processo envolvido, você saberá o ciclo de vida desse processo, do início até o fim.


Um conselho final para se preparar é: mergulhe no universo da área de testes. Quando eu estava estudando, eu tratei todo o conteúdo do Syllabus como um universo mesmo (utilizando os termos, tentando aplicar os processos, cada coisa que eu ia fazer eu comparava com o conceito). Em um momento isso vai ficar natural e mais fácil de entender e explicar. Aí na hora da prova é só ler com atenção que a resposta vai estar ali, bem na cara!